Tecnologia dos pneus de moto a descoberto

Gama de Produto

A vida do pneu começa na sala de reuniões. Os engenheiros reúnem-se com os especialistas em testes de condução e equipas de vendas e marketing para definir o desenho e alinhar com as exigências do produto. O que esperamos que o nosso produto seja? Onde e por quem vai ser usado? Em que motos? Em que condições? Onde vai ser vendido? Essas são algumas questões essenciais que precisam de ser respondidas antes de se começar.

Simulação

O trabalho começa na sala de modelação com auxílio de um software com simulador avançado. Tal ajuda a prever as propriedades como a elasticidade e o arqueamento, calculando o efeito de materiais compostos alternativos, encontrando o perfil otimizado. Este programa consegue funcionar até durante uma semana e analisar o desenho fornecido.

Modelação 3D

Os engenheiros constroem posteriormente os modelos 3D ao usar softwares sofisticados CAD para visualizar o pneu previsto. Finite Element Analysis (FEA) vai decidir quais serão as áreas de carga que poderão gerar o calor. Apenas quando o trabalho de computador é finalizado é que o metal para o pneu é cortado.

Construção

A construção do pneu começa com camadas finas de material especializados como compostos exóticos, fibras metálicas ou como materiais regulares como a poliamida e rayon para formar a base da carcaça. Dentro da carcaça encontramos o verdadeiro segredo - os componentes construtivos, da qual fazem parte o invólucro e o piso do pneu. Por exemplo, a estabilidade fantástica da habilidade de condução com pressões baixas da NTEC de Dunlop, resulta de uma aderência lateral, durabilidade, tração e resposta melhoradas.